A ad:tech London é uma das maiores conferências sobre marketing digital que reúne grandes empresas e as principais agências da área. A Agência Sawi também esteve presente, representada pelo seu Diretor Executivo Filipe Carpes. Nesse evento teve a oportunidade de acompanhar a palestra de: Gerd Leonhard(Media Futurist, Author, CEO, The Futures Agency) sobre o futuro da mídia. Leia mais sobre esse assunto no texto a seguir que foi desenvolvido pela agência.
Estamos vivendo uma época de convergência: broadcast (transmissão) está cada vez mais virando broadband (banda larga). A programação está cada vez menos atrelada a uma grade de horários e canais.  “Eu quero escolher o que eu vou ver, quando eu quiser ver”, é o sentimento de hoje. Estima-se que em um futuro muito próximo pelo menos ¾ da banda de internet será dedicada a vídeo.

É como se a mídia tivesse migrando dos baldes para sistemas de irrigação por aspersão, com gotas menores espalhadas por uma área maior.

Outro aspecto importante é a tribalização do negócio, cada vez mais crescente.  Ao invés de falar com uma massa, a empresa precisa se comunicar com as tribos, com os vários nichos, cada um de uma maneira diferente, como foi a campanha do Obama, que falava de maneiras específicas em cada comunidade.

Diferentes culturas pensam de forma diferente, nós temos que entender isso. Nos EUA, por exemplo, as pessoas usam o Facebook porque gostam de observar seus vizinhos e colegas, porque já faziam isso offline. Outras culturas verão um uso completamente diferente.

A confiança deve existir em ambos os sentidos, tanto do usuário como do sistema. Para haver essa confiança,  precisar haver facilidade nos dois sentidos, tanto no cadastramento como na remoção. Você não pode trancar o usuário dentro e impedí-lo de sair de sua lista de e-mails, ou dificultar o cancelamento do serviço.