A política invadiu as redes sociais. Prova disso é a quantidade de postagens de cunho eleitoral que circularam nos últimos dias no perfil dos brasileiros. De acordo com o Facebook, o pleito de 2014 no país foi o que registrou o maior número de interações na história da rede social em comparação a todas as eleições do mundo.

Desde o início da campanha eleitoral (6/07) até o final da noite de domingo (26/10), aconteceram exatas 674,4 milhões de interações, entre postagens, curtidas e comentários. Foram mais de 23 milhões por dia e 977 postagens por hora.

Somente na data do segundo turno, foram geradas 49 milhões de ações. De acordo com o Facebook, a contagem inclui apenas publicações que contenham uma indicação clara de apoio a um candidato.

O volume de dados permitiu – logo no primeiro turno – que o evento brasileiro ultrapassasse as eleições da Índia, que liderava o ranking com 227 milhões de ações na página.

A assessoria de imprensa do Twitter informou que irá divulgar o número total de interações na plataforma ainda esta semana. No entanto, o diretor de Jornalismo e Política do Twitter Leonardo Stamillo afirmou que essa pode ser a eleição mais interativa para a rede social no Brasil.

Os números comprovam uma nova tendência na campanha eleitoral: a da internet como importante canal de informação sobre o pleito.

Nas eleições de 2010, um estudo realizado pelo Ibope apontou a web como a segunda fonte mais popular de informações sobre os candidatos. A rede mundial de computadores ultrapassou meios tradicionais como o rádio e jornal, perdendo apenas para a televisão.

Outra ferramenta importante da internet nessas eleições foram os aplicativos. Disponíveis para smartphones, plataformas como o Boca de Urna, Voto x Veto e o Apura Eleições – além de muitos outros – ajudaram os eleitores a conhecerem melhor os candidatos.

Segundo especialistas, o grande volume de interações possui relação direta com o crescimento do acesso à internet do país.

Dados do Ministério das Comunicações mostram que houve um aumento de mais de 1.000% no número de celulares conectados à rede por meio da banda larga móvel entre janeiro de 2010 e o primeiro semestre de 2014.

É a internet se consolidando cada vez mais como a plataforma da atualidade!