Estamos entrando em crise? Como vencer a crise afinal? O que faço nesse momento para vender mais, ou pelo menos manter as vendas do meu negócio?

Onde todo mundo certamente está pensando o que fazer, é importante ser rápido. Estamos preparados para guiar você nesse momento difícil.

Filipe Carpes, CEO da Agência Sawi, que está há 12 anos no mercado de marketing digital, traz 10 soluções para você, empresário, encontrar oportunidades em meio à crise, sem perder faturamento nesse período.

Sabemos que os próximos dias, semanas e até meses serão incertos. Estamos empenhados em fazer dessa crise uma oportunidade de negócio. Esperamos que essa situação tenha uma rápida passagem em nossa rotina. A seguir listamos 10 dicas de como vencer a crise da melhor maneira possível.

Como vencer a crise?

1ª Agir rápido

Devemos ser rápidos, resilientes, não podemos perder uma oportunidade. Quanto mais tempo demorarmos a tomar certas decisões, pior será o cenário de atuação. Entendemos a dificuldade em conseguir energia para mudanças em nossa rotina, porém, agora é a hora de se posicionar corretamente e agir com eficácia.

Decidir corretamente é sim complicado, portanto, a velocidade aqui é essencial. Contudo, devemos analisar as diversas opções para empresa. Seja retraindo e removendo todos os investimentos rotativos. Até atuar de forma criativa, se reinventando e criando um produto, uma nova oportunidade de negócio.

Conforme quanto mais rápida for a avaliação das opções, juntos das decisões de qual caminho a seguir, mais rápido você irá conseguir por em prática, e de forma assertiva colher resultados positivos das ações.

2ª Pensar local

Acreditamos que algumas mudanças podem ocorrer com os serviços de entrega. Não sabemos como será a questão do funcionamento dos correios e transportadoras. Há algumas possíveis alternativas, rápidas e dinâmicas, que podem ser colocadas em prática.

Um E-commerce com uma plataforma práticas e intuitiva, pode manter o faturamento da sua empresa nesse período de crise. A implementação de ferramentas como Shopify, ou uma loja integrada ao site, são plataformas prontas que oferecem uma resposta rápida.

Devemos pensar em alternativas onde a entrega do produto será instantânea, sem depender dos correios.

3ª Experiência

Melhorar a experiência do usuário é de extrema importância em qualquer meio ou plataforma. Mas então como faço isso em plena crise?

O site é um excelente vendedor, atualmente 89% das compras passam em algum momento pelos buscadores online. O comportamento das pessoas diante a crise tende a sofrer mudanças, mas nesse caso, a tendência é aumentar a porcentagem de buscas por produtos e serviços.

Uma casa com 4 pessoas normalmente não possui 4 computadores, portanto, eventualmente a navegação mobile entra em jogo. Portanto, a facilidade em obter as informações desejadas de forma personalizada para qualquer plataforma é indispensável.

Como assim?

Primeiramente um site responsivo, ou seja, dinâmico em desktops, tablets e smartsphones, possui uma navegação amigável para o usuário. Isso estimula conversões, pela praticidade em ter todas as características de um produto na palma da mão. O site é totalmente atrelado as taxas de conversão, seja em gerar chamadas, leads ou vendas.

Acima de tudo, com uma simples implementação de um botão do Whatsapp nos sites dos nossos clientes, já obtivemos resultados positivos. Tivemos uma melhora de 5 a 6 vezes nas conversões, e existem inúmeras formas para essa implementação. Desde um botão com o telefone disponível, até um plug-in inteligente que fornece interação passo a passo ao usuário. Simplicidade em como vencer a crise com pequenos atos.

Antes da crise, as pessoas podiam ir até às lojas, abrir embalagens, testar os produtos. Dessa forma, os canais de venda que o cliente usava, misturava informações retiradas da internet e das lojas. Há casos onde clientes faziam um teste do produto na loja, mas realizavam a conversão em casa via internet.

Ainda que de forma rápida, temos feito vídeos de como funcionam os produtos. Não foque na qualidade da filmagem, as pessoas devem ver os acabamentos, as cores e os detalhes do produto. Reviews ou depoimentos podem ser uma excelente alternativa para ter proximidade com o público. O foco é, as experiências que as pessoas teriam na loja, agora poderão ter no mundo Digital. Implementamos aqui em alguns E-commerces com a finalidade de colher bons resultados!

Mas e sobre o conteúdo? Devemos explicar aos clientes mais e melhor! Antes da crise, as informações sobre os produtos poderiam vir de vários locais. Com nossas limitações atuais, é de suma importância o cliente tenha informações detalhadas, o suficiente para que ele possa decidir comprar o seu produto de forma online.

4ª Atração estratégica

Com as limitações tanto por parte da empresa como do cliente, chegou a hora de pensar localmente. Anúncios de branding locais podem surtir efeitos positivos para o seu empreendimento. Afinal, não adianta iniciar ações que você não poderá atribuir não é mesmo?

O comportamento das pessoas está em constante mudança. Limitar um pouco dos esforços de branding por hora pode parecer atrativo. Quem aparecer em seu negócio terá algumas necessidades a serem sanadas, portanto, quem estiver em contato terá o devido atendimento para fechar negócio.

Chegou a hora de investir em buscadores, em Google Ads. Pense na área de atuação que você está veiculando os anúncios. Refaça seus argumentos de venda, temos a tendência natural em falar sobre qualidade, e benefício de um produto ou serviço. Talvez, por hora, tenhamos que adicionar outros argumentos para convencer o cliente. Facilidade na entrega, fácil retirada e embalagens personalizadas, tudo é válido.

5ª Redes sociais

Com o isolamento, é provável que as pessoas irão ficar mais receptivas as redes sociais. É uma grande oportunidade para aprofundar e reforçar o conteúdo disponibilizado. Vamos exemplificar; o tempo médio que pessoas passam em um blog é de 37 segundos, com a crise, podem passar mais tempo na plataforma. As pessoas precisam de informações concretas e detalhadas, o suficiente para realizar uma decisão de forma online. Somente argumentos de atração, não serão suficientes para convencer uma pessoa em situação de conversão. Mas ainda não é o suficiente para dizer que sabemos como vencer a crise!

6ª Eventos digitais

Infelizmente muitos eventos estão sendo cancelados. Mas não se preocupe, temos uma solução fácil que será benéfica, não só nesse período de crise.

Uma ótima oportunidade é fazer eventos com transmissão ao vivo, e assim disponibilizar o seu conteúdo para o mundo. Acreditamos que agora as pessoas estarão mais disponíveis e buscando mais eventos e comunidades online. Temos por instinto a necessidade de viver em grupos, e esse isolamento tende a trazer as pessoas um sentimento de solidão. Uma interação online onde milhares de pessoas possam se expressar e comentar sobre o que está acontecendo, pode gerar o interesse em sua marca.

7ª Serviços online

Algumas empresas como academias, prestam serviços totalmente locais, ou seja, presenciais. Agora é uma ótima oportunidade para aulas online, um professor que disponibilize exercícios para que as pessoas em casa não fiquem paradas. É uma ótima sacada para não perder clientes e até mesmo fidelizar esse público, com um produto novo e personalizado.

Muitos restaurantes agora, podem oferecer serviços antes exclusivos presenciais para entrega em domicílio. As oportunidades são inúmeras, basta encontrar a forma correta de disponibilizar a experiência do seu serviço de forma dinâmica. Ter a fórmula secreta de como vencer a crise não é fácil, porém, não é impossível!

8ª Relacionamento

Em uma situação como essa, certamente o aumento de dúvidas dos clientes será inevitável. É necessário reforçar o relacionamento, E-mail Marketing e Whatsapp, por exemplo, serão canais muito importantes nesse momento.

Agora é necessário reter o seu cliente, as pessoas por juízo irão pensar em cancelar o “supérfluo”. Deve-se manter um relacionamento próximo e verdadeiro, para assim não perder o faturamento. Caso o trabalho seja bem feito, as pessoas irão lembrar da sua marca, que mesmo em meio à crise, colocou o consumidor em primeiro lugar!

9ª Comunidades

Nas redes sociais, o Facebook disponibiliza um recurso de comunidades. Eventualmente grupos como esse concentram pessoas com interesses em comum e até opiniões parecidas.  Esse tipo de local é um espaço muito propicio para aproveitar uma chance de negócio.

Disponibilize uma solução de forma criativa, não sendo insistente, mas sim, prestativo. Transforme da crise uma oportunidade. Tenha uma solução para a situação vigente!

10ª Métricas

E como medir o sucesso desses esforços até agora? Cada uma das ideias aqui, são dicas que podem funcionar para alguns negócios, outros não. Portanto, há possibilidade de adaptação. Conseguir isolar as ações e mensurar os resultados é obrigatório. Temos que saber o valor do investimento e qual o seu retorno, para que dessa forma seja possível uma mudança rápida de planos.

Como vencer a crise? Conclusão

Em resumo, a importância do mundo digital fica clara em momentos como esse. Dinamismo para entregar produtos e serviços de qualidade para os clientes; sabedoria na gestão de redes sociais; posicionamento firme e planejado; tudo isso influência então no sucesso de um empreendimento. Devemos fazer nossa parte e contribuir o máximo possível, para que assim possamos atravessar essa crise com resultados positivos.

Enfim, caso alguém tenha alguma outra dica de como vencer a crise, será um prazer para nós ouvi-las. Aliás, aproveitem o espaço para comentar a vontade.

Temos muitas empresas entrando em contato querendo ter um norte do que fazer. Recebemos até mesmo clientes que pensaram em fechar as portas durante essas próximas semanas. Onde existe crise também existem oportunidades, vamos aproveitar para nos reinventar e trabalhar em 10 novas dicas para o futuro.

Esperamos que esse post de como vencer a crise tenha lhe ajudado de alguma forma. Acesse nosso site e conheça mais sobre nosso trabalho clicando aqui.