Se existe uma pessoa que vive a vida digital intensamente, essa pessoa é Gil Giardelli. Ele é um dos maiores especialistas em internet do Brasil, tem 14 anos de experiência na área e um currículo extenso. O profissional trabalha como webativista, professor em universidades, palestrante (já participou de mais de 600 eventos nacionais e internacionais) e blogueiro. A Agência Sawi conversou com o especialista sobre as novidades em marketing digital e sobre as redes sociais. Confira o bate-papo!

Sawi: Qual a importância de uma empresa estar presente no ambiente online?

Gil Giardelli: As empresas precisam estar onde os consumidores estão. Cada vez mais, os consumidores estão presentes na web. Hoje em dia, podemos dizer que vivemos em dois mundos que se integram: o mundo online e offline. Para aproveitar as oportunidades criadas nesse meio – que são inúmeras e extremamente interessantes — é preciso ter uma presença online forte, alinhada com a offline. 

Sawi: Quais são os principais erros cometidos por empresas quando criam uma fan page ou perfil no twitter?

Gil Giardelli: Os erros cometidos por empresas nas redes geralmente vem da falta de bom senso. Errou? Peça desculpas. Assuma o erro. Aceite críticas, esteja aberto para debates e trocas. Não existem regras de conduta para as redes sociais, apenas bom senso. Transparência, educação e humor são essenciais para as empresas nas redes sociais.

Sawi: As redes sociais foram criadas para aproximar e entreter as pessoas. Como vender um produto ou marca sem ser muito “agressivo”? Existe um limite para fazer marketing dentro de uma rede social?

Gil Giardelli: É preciso criar uma linha editorial, fazer um estudo aprofundado do público, e entre outras análises para traçar uma estratégia adequada para cada marca. As marcas precisam oferecer algo a mais para os fãs e seguidores. Por isso, devemos ir além do conteúdo institucional, realmente criar um estilo de vida, algo que as pessoas se identifiquem. Precisamos oferecer cultura, estimular a reflexão e provocar o sorriso.

Sim, existem limites para fazer marketing dentro de uma rede social. Você começa a perceber quando o número de seguidores cai quando as marcas ultrapassam esses limites. Existe um certo nível de aceitação e tudo isso depende da marca.

Sawi: “Você é o que compartilha” é  seu novo livro.  Na obra, você diz que vivemos uma nova era na internet. Como você vê essa nova era da web e o papel das pessoas que atuam na internet? Existe uma mudança de comportamento?

Gil Giardelli: A web mudou a forma como pensamos, interagimos, estudamos, nos relacionamos! Estamos apenas na infância digital no Brasil, porém, os brasileiros estão aprendendo pouco a pouco, através de acertos e erros, as inúmeras possibilidades que a web oferece.
A mudança de comportamento é nítida. Hoje não pedimos mais o telefone de alguém, e sim o Facebook. Comentamos com os amigos um vídeo do Youtube que foi compartilhado por um amigo em comum. Contamos casos de como conhecemos alguém através do Twitter, ou de um aplicativo. Você vê como essa rede de pessoas está sendo criada e compartilhada através da tecnologia?

Sawi: Qual é o papel da geração Y nessa mudança de comportamento na internet?

Gil Giardelli: A geração Y tem DNA digital. Essa geração é pioneira e sempre procura inovar. Eles influenciam as outras gerações e têm uma tendência a querer e lutar por mudanças.

Sawi: Como se apresenta o webativismo e webcidadania na internet? Essas atitudes têm mudado o nosso mundo real?

Gil Giardelli: As ações do mundo online estão diretamente ligadas ao mundo offline. Vimos twittadas se tornarem ações. Vídeos do Youtube mudarem a atitude de pessoas e políticos. Já presenciamos uma hashtag virar um movimento global. E estamos apenas começando.

Sawi: Hoje a internet é o melhor meio para se fazer negócios?

Gil Giardelli: Não é necessariamente o melhor meio, mas é um dos meios de fazer negócio. Como disse anteriormente, é preciso fazer um estudo profundo para entender qual é a melhor plataforma para o seu negócio. Mas é claro que a internet criou novas plataformas e oportunidades para empreendedores de todas as áreas.