A ad:tech London é uma das maiores conferências sobre marketing digital que reúne grandes empresas e as principais agências da área. A Agência Sawi também esteve presente, representada pelo seu Diretor Executivo Filipe Carpes. Nesse evento teve a oportunidade de acompanhar a palestra de: Rotem Ron-Katzir (Director, Account & Regional Marketing, Developed markets, Amdocs) sobre Tera-play e a vida conectada. Leia mais sobre esse assunto no texto a seguir que foi desenvolvido pela agência.
Tera-play é um conceito, uma visão de infraestrutura de dispositivos conectados. Em 2011 teremos um trilhão de dispositivos em rede. Em 2017, estima-se 7 trilhões.

Com esse futuro próximo em vista, a visão da empresa é se tornar uma plataforma de apoio à toda a sua vida, como se fosse uma secretária pessoal e digital. Saberia tudo o que você precisa, seus compromissos, seus hábitos, e muito mais. Poderia aquecer a banheira antes de você chegar em casa, avisar dos compromissos, enviar as coordenadas do compromisso ao carro, desligar todas as luzes e ligar o alarme de sua casa, por exemplo. Isso sem precisar de um único comando seu.

Temos cada vez mais dispositivos, e se isso não bastasse, aparelhos de operação cada vez mais complexa. Isso ainda não é sustentável sob duas óticas: da infraestrutura, uma vez que prover serviço a um smartphone custa às operadoras quatro vezes mais que um telefone simples; e do consumidor, pois 17% dos compradores de smartphones retornam à loja para devolver o produto, pois o acham muito complicado.

Uma terceira questão diz respeito à padronização de serviços. Enquanto antes os produtos eram criados para durar, hoje os bens são montados para dar problema e serem trocados e reciclados após um determinado tempo, como já é o caso de notebooks e celulares. Essa troca constante demanda uma padronização maior de serviços, que não podem ser compatíveis com um único dispositivo.