O e-mail é uma das ferramentas de marketing pela web mais conhecidas pelas empresas, mas é também uma das mais mal utilizadas. Pelo seu baixo custo de envio, muitas empresas associam o e-mail  marketing a uma ferramenta de menor importância, relegado a ações pontuais.

É esse descaso que gera os principais erros nas ações de e-mail marketing de empresas. Uma ação inadequada pode gerar resultados desastrosos na percepção de marca da empresa, além de um grande boca a boca negativo.

Outro problema grave no mercado é o excesso de SPAM, que exige que os servidores e programas gerenciadores de e-mail desenvolvam filtros cada vez mais complexos e fechados, o que acaba por bloquear também boa parte do e-mail marketing adequado.

Uma estratégia e política de e-mail marketing adequada é uma poderosa ferramenta de relacionamento de uma empresa. Quando bem feito, ele pode:

  • Manter a sua marca sempre fresca na cabeça do consumidor;
  • Gerar uma experiência que estimule o engajamento com a marca;
  • Ajudar na queima de estoque por meio de promoções;
  • Estimular os consumidores a compartilhar suas experiências de consumo com a loja e também com outras pessoas.

Mas para um resultado positivo, é preciso sempre atentar para algumas questões como:

Duplo opt-in.  O duplo opt-in exige que o usuário siga dois passos para se cadastrar na lista, primeiro que se cadastre online, e depois que confirme o cadastro por meio de um link ou código recebido por e-mail. Isso garante que não sejam incluídos e-mails de terceiros nas listas

Opt-out simples.  O descadastramento da lista deve ser o mais simples possível, e deve estar claro em todos os e-mails. Se o usuário não conseguir sair da sua lista, ele vai marcar o endereço como spam. Como os filtros muitas vezes são integrados, se vários usuários marcarem aquele conteúdo como spam, o seu envio cai em uma lista negra, e você passa a não conseguir mais enviar e-mails para ninguém.

Estratégia de longo prazo. Aposte em estratégias de longo prazo, com conteúdos menores distribuídos todo mês, com pequenas dicas sobre o próximo e-mail, que façam com que os seus usuários realmente fiquem contentes de recebê-los.

Conteúdo de valor. Por último e mais importante: ofereça sempre um conteúdo que agregue valor para o público que o recebe. Ninguém vai optar por receber um e-mail marketing que apenas beneficie à empresa que o envia, é preciso sempre pensar no público, e quais informações vão atrair e ser valorizada por ele.

Veja aqui a nossa apresentação sobre e-mail marketing.