Com pouco tempo no mercado o Ipad já teve impacto no conteúdo e design de websites. Sem teclado físico, baseado em aplicativos, o Ipad é usado na horizontal, enquanto a maioria das telas ficam na vertical. A ausência do Flash e a tela multitoque também ajudam a criar uma experiência bastante diferente.

A primeira adaptação importante é o design. Os webdesigners têm cada vez mais construído sites com a aparência e usabilidade de aplicativos, mas que ao mesmo tempo são funcionais para a navegação convencional. Essas páginas têm uma aparência mais limpa, que facilita a utilização da tela de toque e a própria visualização. Um bom exemplo é a seção de opinião do website do The New York Times, que desenvolveu uma versão exclusiva para Ipad.

Outra adaptação é a criação de sites sem a tecnologia Flash da Adobe, que o aparelho não comporta. Os designers preferem criar um site especialmente para usuários de Ipad além do tradicional. O intuito de criar um site separado é de facilitar a navegação para usuários do dispositivo sem limitar os outros. Além disso, é de interesse dos sites que o conteúdo e seus anúncios sejam o mais abrangente possível.

O Flash é hoje o principal suporte para banners animados de anúncios. Sua ausência nos dispositivos da Apple faz os anunciantes buscarem novas alternativas para o conteúdo publicitário, como por exemplo o “Floating Canvas”, semelhante a um banner que se expande com o toque, e o “Full Page Interstitials”, um anúncio de página inteira no início ou na transição de uma aplicação.

São tantas novas tendências que é importante medir quais são as mais eficazes e que podem ser reproduzidas para outras plataformas, deixando o ambiente da internet mais homogêneo. Porque se um novo aparelho com pouco tempo de lançamento como o Ipad cria uma variedade de novas tendências é possível que novos lançamentos da mesma marca e de outras também tenham o mesmo efeito. Isso pode dificultar a compatibilidade dos sites em plataformas e navegadores diferentes, e consequentemente sua capacidade de divulgação e propagação, devido a uma maior segmentação da internet.

 

Para saber mais sobre o assunto, acesse:

Imasters – Ipad Advertising
ReadWriteWeb – Vem Aí os Sites Exclusivos para Usuários do iPad
Mashable – How the iPad Is Transforming Web Design